ALYSCAMPS, O CEMITÉRIO FASHION DA GUCCI

por sexta-feira, junho 1, 2018

Que a Gucci sempre teve um apelo grande nos cenários de seus desfiles nós já sabemos, mas a afirmação aqui é: não existe barreiras criativas quando o assunto é locação dos seus espetáculos. Para o lançamento da sua coleção pré primavera-verão 2019 nada de salas futuristas, passarelas excêntricas ou objetos flutuantes, o palco escolhido foi nada mais nada menos que um cemitério, o Alyscamps que fica na Roma pertinho de Arles na França.

 

O local foi o principal cemitério de Arles por quase 1.500 anos e era usado para o enterro de cidadãos abastados, foram enterradas tantas pessoas que necessitaram fazer pilhas de até 3 sarcófagos por túmulo, olha que loucura! E foi nessa vibe fúnebre que a Gucci desfilou sua coleção cheio de elementos dark, góticos e até mesmo com com pegadas religiosa.

 

Abaixo vocês conferem alguns dos modelos que mais chamaram a atenção dos convidados e da mídia:

CRUCIFIXOS, ROSAS E DARKNISMO

Ao som de uma trilha sepulcral, as modelos pareciam estar de luto na volta de um enterro.

 

TRACKS, PAETÊS E UNIFORMIDADE

A transição dos looks escuros para os claros foi de uma excelência que só mesmo a Gucci poderia oferecer.

O ar luz de velas aliado a fumaça deixaram o mood além de macabro, instigante e misterioso.

Estampas florais e cores clássicas como o rosa millennial e o greenary também estavam presentes em algumas das peças.

 

A marca explora muito da filosofia de Freud (Eros e Tânato) no desenvolvimento da coleção, Eros fala mais sobre vitalidade, pulsão sexual e Tânato sobre a morte, isso explica bastante as coleções passadas cheio de vida e apelos visuais, mas parece que a partir de agora estamos experimentando um pouco da vibe Tânata nos apelos da marca. VEM ERA DARK!

 

2

Comentários

comentários